EntreinterpostoChico Fortunato. Pinturas recentes
Vera Pedrosa | Luiz Eduardo Meira de Vasconcellos
96 p. | il. color. | 2012 | 17 x 21 cm | 1ª edição | 978-85-7740-123-9


R$49,00


Chico Fortunato

[Rio de Janeiro, 1958]

Aluno do Ateliê de Artes Plásticas Hélio Rodrigues e da Escola de Artes Visuais (eav) do Parque Lage, Rio de Janeiro, entrou para o grupo de Paulo Garcez em 1982. Participou do i Salão Nacional, Rio de Janeiro, em 1981, e do vii Salão Carioca de Artes Plásticas, em 1983, no qual foi premiado. As séries Postais e Litho-imagens, realizadas em seguida e compostas, respectivamente, de aquarelas e de pinturas sobre pedra, se originaram de viagens para a Argentina, o Chile, o Peru e o México. Em 1985, expôs na Paulo Figueiredo Galeria de Arte, em São Paulo, e em 1987 e 1990, na Galeria Artespaço, no Rio de Janeiro. De 1992 a 1999, residiu na Holanda, período em que realizou individuais na Galerie Domplein, em Utrecht, na Galerie Cacco Zanchi, em Aalst, e na Galerie Debret, em Paris, e recebeu o Prêmio Syrlin. De volta ao Brasil, realizou três exposições individuais no Estúdio Guanabara, no Rio de Janeiro: Acrílicos, em 2000, Transparências, em 2002, e Torções, em 2004. Nesse mesmo ano, participou da mostra Últimas aquisições, da Coleção Gilberto Chateaubriand, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Em 2010, expôs no Centro de Arte Hélio Oiticica, no Rio de Janeiro. Este livro comemora sua primeira exposição com Gustavo Rebello.


Chico Fortunato.pdf




SUMÁRIO


A arte silenciosa de Chico Fortunato
Vera Pedrosa


Coisas a menos, meios a mais

Luiz Eduardo Meira de Vasconcellos